Voltar para conferencistas

David Grossman

Escritor

David Grossman é um dos mais importantes ficcionistas contemporâneos. Formado em filosofia e teatro pela Universidade Hebraica de Jerusalém, é autor de obras de ficção e não ficção com livros traduzidos para mais de 30 idiomas. Filho de um trabalhador que saiu da Polônia durante a Segunda Guerra Mundial e que se tornou bibliotecário em Jerusalém, desenvolveu um interesse precoce pela literatura. Ao lado de Amós Oz, é um dos notáveis defensores da solução de dois Estados para o conflito entre Israel e Palestina.

Na infância, Grossman ganhou projeção ao receber um prêmio nacional pelo conhecimento da obra do escritor iídiche Sholem Aleichem. Aos 10 anos, começou a trabalhar na rádio nacional de Israel, onde se tornou âncora e atuou por 25 anos. Foi demitido, em 1988, por se recusar a omitir dos ouvintes a notícia de que a liderança palestina havia declarado seu próprio Estado pela primeira vez e concedido a Israel o direito de existir.

Reconhecido por sua obra de tom pacifista, é um dos grandes ativistas pela paz em Israel. Em 2006, estava envolvido no pedido de cessar-fogo da Guerra do Líbano apenas dois dias antes do filho Uri, que era sargento do exército israelense, falecer em um ataque contra a milícia do Hezbollah. Fora do tempo, publicado em 2011, é uma investigação íntima da experiência do luto.

David Grossman defende que a literatura pode ser uma arma poderosa no resgate da dimensão humana do conflito. Em 2015, foi publicado no Brasil O livro da gramática interior, uma de suas obras mais conhecidas, adaptada para o cinema por Nir Bergman. Seu livro mais recente, lançado em 2016 pela Companhia das Letras, é O inferno dos outros. Nele, o protagonista apresenta, em um palco decadente numa pequena cidade israelense, um show de stand up que provoca o riso da plateia, mas acaba por gerar tensão ao trazer dramas pessoais mais profundos.

Galeria de Fotos

mais fotos
Voltar para conferencistas