Voltar para conferencistas

Joseph Stiglitz

Prêmio Nobel de Economia

Agraciado com o Prêmio Nobel de Economia em 2001, Stiglitz foi um dos criadores da teoria dos mercados com informações assimétricas, na qual dois ou mais dos agentes econômicos envolvidos em transações possam deter informações qualitativa ou quantitativamente superiores em relação a outros, gerando falhas de mercado. Graduado pela Faculdade Amherst e doutor pelo MIT. Lecionou em renomadas universidades, dentre elas Yale, Harvard e Stanford, e foi eleito uma das pessoas mais influentes do mundo pela revista Time em 2011.

Seus estudos se concentram em finanças públicas, crescimento, distribuição de renda e teorias sobre mercados e eficiências das economias capitalistas. É defensor da nacionalização dos bancos norte-americanos e sinaliza para os riscos da globalização econômica. Com Bruce Greenwald, criou a Economia da Informação, campo interdisciplinar entre economia, ciência da informação e comunicação que trata a informação como bem de produção necessário às atividades do sistema capitalista pós-industrial. É pioneiro nos conceitos de risco moral e seleção adversa, utilizados por teóricos e analistas políticos de todo o mundo.

Atualmente, é professor de economia, administração de empresas e negócios internacionais na Universidade de Columbia em Nova York. Também é um dos coordenadores do Committee on Global Thought, copresidente do Initiative for Policy Dialogue, projeto que ajudou a fundar, e presidente da International Economic Association.

Joseph Stiglitz, com seu trabalho, ajudou a explicar contextos em que os mercados não funcionam e como a intervenção seletiva do governo pode ajudar a aprimorar suas performances. Crítico severo e contundente dos “fundamentalistas de livre mercado", questiona o que chama de “bases ideológicas" que regem a maior parte das decisões econômicas mundiais.

Galeria de Fotos

mais fotos
Voltar para conferencistas