Voltar para conferencistas

Valter Hugo Mãe

Escritor

Mãe destaca-se no panorama da literatura portuguesa pelo carisma e o ecletismo. Escritor, editor e artista plástico, cursou pós-graduação em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea na Universidade do Porto. Possui livros publicados de poesia, contos e narrativa longa.

Em 2007, atingiu o reconhecimento público com a conquista do Prêmio Literário José Saramago com o seu segundo romance, o remorso de baltazar serapião. Na solenidade de entrega, o próprio Saramago classificou o livro como um “tsunami literário". Seus quatro primeiros romances são conhecidos como a tetralogia das minúsculas: todos os livros, incluindo o nome do autor, foram escritos sem letras capitais. Seu objetivo foi valorizar a natureza oral dos textos e reaproximar a literatura do pensamento. Em Portugal, também atuou como editor de autores brasileiros como Ferreira Gullar, Manoel de Barros e Caetano Veloso. Atualmente, apresenta um programa de entrevistas na televisão e escreve colunas para os veículos Público e Jornal de Letras.

Em 2012, foi agraciado com o Prêmio Portugal Telecom pelo romance a máquina de fazer espanhóis. E, no ano de 2015, com A desumanização, livro que se passa nos fiordes islandeses, foi indicado como finalista do Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa.

Valter Hugo Mãe, em seus trabalhos, se destaca pela variedade dos meios de expressão e de temáticas, que podem falar dos pequenos detalhes do cotidiano, dos problemas contemporâneos enfrentados por países como Portugal ou das paisagens da Islândia, combinando uma prosa apurada e histórias marcadas pela emoção.

Galeria de Fotos

mais fotos
Voltar para conferencistas