Voltar para Notícias

"21 ideias" chega às principais livrarias do país

A obra 21 ideias do Fronteiras do Pensamento para compreender o mundo atual chega às principais livrarias do país, em versão física e ebook. O novo livro, uma parceria entre Fronteiras e Arquipélago, foi organizado por Fernando Schuler e Eduardo Wolf e apresenta uma seleção criteriosa de trechos de conferências de pensadores que já passaram pelos palcos do projeto.

São as partes essenciais das grandes reflexões que ora emocionaram ora instigaram a plateia ao longo dos mais de 10 anos de Fronteiras. Nomes como Camille Paglia, Edgar Morin, Fernando SavaterZygmunt Bauman, dentre muitos outros, expõem suas principais questões sobre o ser, a arte, o indivíduo e a vida em sociedade. 

O objetivo da obra é trazer provocações e reflexões que ampliem o nosso entendimento sobre a contemporaneidade. É alimentar o leitor com o pensamento de mentes que viveram para entender quem somos e como vivemos. É mostrar como as ideias não são meras ideias, elas têm consequências. Elas podem disseminar o ódio ou incentivar uma cultura de tolerância. Elas podem levar ao progresso e à liberdade ou condenar sociedades a longos períodos de escuridão. 

21 ideias fronteiras do pensamento

>> Adquira seu exemplar na loja da Arquipélago Editorial 
>> Já à venda nas principais livrarias!
>> Adquira a versão ebook na Amazon ou na Kobo

Por ter a ideia como grande protagonista, o livro 21 ideias do Fronteiras do Pensamento para compreender o mundo atual abrange os mais diversos temas - da ciência à literatura, da filosofia à tecnologia, da polêmica à convivência - e sugere um ponto de vista diferente. Ele aposta na incerteza, no equilíbrio precário de respostas possíveis a grandes perguntas, oferecendo ao leitor ideias que se tornam ferramentas indispensáveis para o debate sobre questões essenciais do mundo e do nosso futuro.

>> E, para que a leitura seja cuidadosa, informada e prazerosa, convidamos um time de intelectuais brasileiros para apresentar cada um dos pensadores que, com suas ideias, fazem este livro ser a experiência rica e diversa que é. Para cada conferencista que passou pelos palcos do Fronteiras do Pensamento e que integra esta seleção, o leitor encontrará uma apresentação sucinta e informativa a seu respeito, bem como um comentário sobre a importância de seu pensamento. Esperamos que todos naveguem bem pelos agitados mares da incerteza, do pluralismo e da curiosidade intelectual. É o nosso convite a este conhecimento crucial para os dias de hoje.

zygmunt bauman artigo inédito

Confira abaixo um excerto da "ideia" de Zygmunt Bauman, "Um mundo sob medida para cada ser humano". Nesta fala, que aconteceu em entrevista especial concedida ao Fronteiras do Pensamento, Bauman reflete sobre o que é uma vida feliz. Existe receita para a felicidade? 

ZYGMUNT BAUMAN: "Eu não acredito que haja apenas uma forma de ser feliz. Há muitas formas de ser feliz. Neste pequeno livro que escrevi sobre A arte da vida, há dois fatores relativamente independentes que dão forma à vida humana. Um deles é o destino. 

O destino é o apelido para todas as coisas sobre as quais não temos nenhuma influência; é o que acontece conosco, mas não foi causado por nós. Isso é destino. 

E o outro é o caráter. O caráter é algo muito individual; você pode trabalhar em cima do seu caráter, se quiser, você pode mudá-lo, melhorá-lo, boa parte dele está sob seu controle. 

A divisão de trabalho entre o destino e o caráter é tal que o destino estabelece a gama de opções que são realistas para você. Sobre isso você não tem nenhuma influência. 

Se você tivesse nascido 20 anos antes, sua gama de opções seria diferente; se você tivesse nascido 20 anos depois, novamente seria diferente; se você tivesse nascido neste bairro rico, você teria uma gama de opções; se você tivesse nascido num gueto, seriam opções completamente diferentes. 

Mas sempre há gamas de opções proporcionadas pelo destino. Porém, as escolhas entre essas opções são feitas pelo caráter. E como os tipos de caráter são muitos e bem diferentes, não é possível dar uma receita para a felicidade. 

Eu sei que hoje existem consultores ganhando muito dinheiro fingindo que possuem receitas para a felicidade. Não acreditem neles, eles estariam enganando vocês. Eu jamais ousaria dar esse tipo de conselho. 

Não estou me comparando a Sócrates, mas muitos filósofos contemporâneos consideram a vida de Sócrates, sua personalidade, que ele construiu, como a relativamente mais perfeita possível que se pode imaginar. Mas o que isso significa? Significa que o tipo de vida escolhida por Sócrates era considerada a solução perfeita para Sócrates? Significa que todos nós devemos imitar Sócrates e tentar ser iguais a ele? 

Não, pelo contrário, porque Sócrates precisamente considerava que o segredo de sua felicidade estava no fato de ele próprio, por sua própria vontade, ter criado a forma de vida que ele viveu. As pessoas que imitam a forma de vida de outra pessoa, o modelo de felicidade de outra pessoa, não são como Sócrates. Pelo contrário, elas traem a receita dele. Elas traem a sua receita. Precisamente porque sua receita... Bem, você pode traduzir isso em termos simples, dizendo que para cada ser humano há um mundo perfeito feito especialmente para ele ou para ela.”


livros fronteiras do pensamento

Conheça todos os livros da série Fronteiras no site da Arquipélago Editorial: Pensar a Justiça, Pensar o Contemporâneo, Pensar a Cultura e Pensar a Filosofia.

Garanta o kit composto pelos quatro livros com 20% de desconto sobre o preço de capa e frete grátis.