Voltar para Notícias

Festival de filmes sociais traz Leymah Gbowee e Muhammad Yunus no júri e disponibiliza acervo na web

23 de abril de 2003: centenas de mulheres vestidas de branco sentaram no chão atrás dela, segurando as mãos e recusando cadeiras. O Primeiro-Ministro da Libéria, Charles Taylor, havia pedido a presença de Leymah Gbowee, uma então conhecida ativista pela paz. Parada em frente a Taylor. Gbowee se dirigiu à única oficial do Governo, a senadora Grace Minor. Gbowee leu a mensagem à Grace Minor e não a Taylor, pedindo que o governo desse um fim ao conflito interno que estava devastando a Libéria. Esta batalha fez com que Gbowee ganhasse o Nobel da Paz, em 2011.

O vídeo deste momento foi motivação para o documentário Pray the Devil Back to Hell (2008) já exibido no Fórum Econômico Mundial e nas Nações Unidas. Narrado por Gbowee, o filme conta a história das mulheres que se uniram para dar fim à Guerra Civil da Libéria. Agora, Gbowee pretende dar voz a narrativas semelhantes, como mais nova jurada do festival Girls Impact The World (GITW).

No júri, além de Gbowee, vemos nomes como o economista indiano Muhammad Yunus, vencedor do Nobel da Paz em 2006, Christy Turlington Burns, criadora da ONG Every Mother Counts e Jeffrey Skoll, criador da Skoll Foundation.

O Girls Impact The World é produzido em parceria entre a Harvard College Social Innovation Collaborative e a Connecther, plataforma de comunicação digital e crowdfunding que busca divulgar questões sociais das mulheres.

O festival celebra conquistas de mulheres em filmes de três a cinco minutos, que levantem questões sociais relativas a mulheres ou que proponham soluções para tais desafios. O site oficial do evento permite a visualização de todas as obras, divididas por tema, por ano ou por vencedores.

Os documentários inscritos na edição deste ano do festival estão todos disponíveis online e abordam temas como casamento infantil, pobreza, violência, liderança feminina, educação, entre outros (áudio em inglês ou com opção de legendas em inglês para filmes em outras línguas).

Clique aqui para assistir aos filmes do festival e assista abaixo ao excerto do documentário Pray the Devil Back to Hell, em que Gbowee e suas parceiras confrontam Charles Taylor (legendas em inglês).