Voltar para Notícias

Pergunta Braskem Fernando Savater: o valor de educar

Professor de filosofia na Universidade de Madri e diretor da revista cultural Claves de Razón Prática, o filósofo espanhol Fernando Savater é o próximo conferencista do Fronteiras do Pensamento (POA, 26/10; SP, 28/10).

Envie sua Pergunta Braskem para Fernando Savater através do e-mail digital@fronteiras.com até a manhã de quarta-feira (28). As perguntas podem ser enviadas de qualquer parte do Brasil, por qualquer pessoa. Selecionaremos uma questão que será respondida pela filósofo diretamente do palco do Fronteiras São Paulo. Divulgaremos a resposta na quinta-feira (29), em nossos canais digitais, patrocinados pela Braskem.

No currículo de Savater, constam diversas atuações e atividades como escritor de premiados livros, ensaios, narrativas e teatro, além de ativista nas áreas da ética, da religião e da luta contra o terrorismo. Mas, duas outras “profissões" colaboraram para que ele se tornasse referência aos interessados na formação de indivíduos nos mais amplos aspectos: Savater é pai e educador. Ambas as tarefas se unem com maestria em duas de suas obras mais conhecidas, Ética para meu filho e Política para meu filho. Os títulos originais, Ética para Amador e Política para Amador, já trazem pistas do que virão nas páginas das obras: uma conversa entre pai e filho, transmitindo os conceitos mais importantes da ética, da política e da moral.

E nesse tom de conversa se desenrolam as mais valiosas lições de Fernando Savater. Diálogos com professores, pais, governantes e educadores – todos aqueles com a missão de criar indivíduos plenos das capacidades cívicas nas áreas política e social. Para tanto, Savater defende uma formação laboral e humanística, e uma educação que transmita conhecimento e capacidades, mas que também estimule a descoberta da dimensão social, esta dimensão simbólica que nos une aos demais: " A criança está acostumada a viver em um mundo familiar, em um mundo um pouco privado, separado dos outros. Por meio da educação, ela conhecerá os vínculos capazes de uni-la aos outros cidadãos, aos outros países, ao mundo. E esse mundo simbólico no qual os homens vivem se descobre por meio da educação."

Leia abaixo um excerto do artigo Savater: a filosofia entre a academia e o mundo, escrito por Sílvio Gallo, autor duas vezes contemplado com o Prêmio Jabuti, Professor de Filosofia na Faculdade de Educação da Unicamp. Para lê-lo na íntegra, acesse o libreto preparatório para a conferência de Fernando Savater. No libreto, você também encontrará uma breve biografia, indicação de livros, ideias e links para entrevistas e vídeos.

Professor de Ética e de Filosofia Política na universidade, no início dos anos 1990 Savater resolveu enfrentar o desafio de explicar a seu filho Amador, então adolescente, o que o pai fazia na academia. Surgiram dois livros que se tornaram best-sellersem divulgação da Filosofia: Ética para Amador (1991) e Política para Amador (1992), no Brasil publicados com os títulos respectivos de Ética para meu filhoe Política para meu filho. Muito provavelmente a razão do sucesso desses livros deve-se ao fato de se conseguir trabalhar numa linguagem clara, simples, fluente, compreensível a um adolescente e ao público em geral, os temas complexos e desafiadores da Ética e da Política.

Este empreendimento marca a posição do filósofo espanhol em relação à Filosofia: não faz sentido que ela fique encastelada na universidade; como na antiga Atenas, em que filósofos como Sócrates praticavam-na na praça do mercado, ela precisa permear o cotidiano dos “homens comuns", ou perde completamente sua razão de ser. Frente a isso, não é de se estranhar que ele se preocupe com o ensino da Filosofia e com a Filosofia da Educação, tema e campo que, de modo geral, não são levados em conta pelos filósofos.