Voltar para conferencistas

Leïla Slimani

Escritora e jornalista

Slimani é uma expoente da nova literatura francófona e foi, em 2016, vencedora do Prêmio Goncourt, um dos mais prestigiados de língua francesa. Graduada em Estudos Midiáticos, atuou como jornalista para a revista Jeune Afrique e, após ser presa ao cobrir a Primavera Árabe, iniciou o projeto de um romance.

Com a orientação do editor e romancista Jean-Marie Laclavetine, ela publicou em 2014 Dans le Jardin de l’Ogre, que conta a história de uma ninfomaníaca. O livro recebeu excelentes críticas e foi um dos finalistas do Prêmio de Flore na França. Impactada com o caso real da babá que matou duas crianças em Nova York, iniciou a produção de um novo romance. Canção de ninar, publicado na França em 2016 e no Brasil em 2018, vendeu mais de 600 mil exemplares em 36 países e teve os seus direitos vendidos para o cinema.

Após participar da Feira de Frankfurt, em 2017, na edição que teve a França como país homenageado, foi convidada pelo presidente francês Emmanuel Macron para atuar como sua representante oficial para assuntos de francofonia. Nesse mesmo ano, lançou Sexe et Mensonges, livro de não ficção que aborda a exploração sexual no Marrocos.

Leïla Slimani trata, em sua literatura, das áreas sombrias da alma humana. E afirma que quando escreve não é mulher, nem muçulmana e nem marroquina. Mas alguém capaz de reinventar a si mesmo e ao mundo.

Galeria de Fotos

mais fotos
Voltar para conferencistas