Voltar para Notícias

Instituição criada por Ayaan Hirsi Ali promove curso sobre violência pela honra

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

Violência pela honra (ou crime de honra), é um termo que, infelizmente, tem crescido com o passar dos anos. Ele é utilizado para designar uma forma de violência cometida sob o pretexto de proteger ou reconquistar a honra do perpetrador, da família ou da comunidade.

As vítimas de crimes de honra são alvo de violência devido ao seu comportamento ser visto como vergonhoso ou violador de normas culturais por parte da comunidade. A violência pode tomar diversas formas, tais como abuso verbal ou emocional, ameaças, perseguição, assédio, prisão doméstica, violência física, abuso sexual e homicídio.

Crime de honra é diferente de violência doméstica. Diferenciar é importante, porque as abordagens para lidar com os casos não pode ser a mesma, alerta a AHA Foundation, instituição criada por Ayaan Hirsi Ali, que está promovendo o primeiro curso para prevenção de crimes de honra no mundo. O curso, que começou hoje, sexta-feira (03/06), foi desenvolvido em parceria com oficiais de lei e especialistas em crimes de honra e dará um certificado para que agentes trabalhem com casos de violência pela honra independentemente do local ou da situação social da vítima.

Segundo o conteúdo apresentado, enquanto as vítimas de violência doméstica têm apoio de sua família e amigos, vítimas de crime de honra podem encontrar julgamentos inclusive de oficiais da lei. A violência pela honra é geralmente cometida por mais de uma pessoa e a família da vítima pode estar envolvida. Ainda, enquanto os perpetradores de violência doméstica se sentem culpados, perpetradores de violência pela honra podem manifestar orgulho por ter o apoio do líder da sua comunidade ou até mesmo da família da vítima – e ele pode ser celebrado pela sua ação violenta.

O Fundo de Populações da ONU estima que cinco mil mulheres e crianças são mortas em crimes de honra por membros das suas próprias famílias a cada ano. Estas mortes não estão restritas ao mundo Islâmico. Em 2015, uma jovem alemã de 19 anos foi assassinada depois que sua família recebeu uma carta da polícia, falando que sua filha havia roubado camisinhas de uma farmácia. Os pais da garota a mataram considerando isso um ato que prejudicava a honra da família.

“Mesmo que um treinamento do poder executivo não tivesse evitado a morte da jovem, poderia ter reduzido a chance de isso acontecer", diz a AHA Foundation. O curso fala sobre outros casos e sobre o crescimento dos crimes de honra na Europa e nos EUA, além das práticas mais eficientes para apoiar as vítimas, sem colocá-las em risco ainda maior.

Voltado a assistentes sociais, oficiais da lei e professores, o curso está aberto ao público em geral, conforme a AHA Foundation falou ao Fronteiras do Pensamento. Eles explicam que o curso também está aberto aos brasileiros, apesar de ser ministrado em inglês, e que, para se inscrever do Brasil, é preciso inserir o CEP 11111 no formulário de cadastro.

Acesse o curso

Clique no link acima para conferir o cronograma completo e clique em "register" para ser direcionado à página de inscrição. Ao concluir seu cadastro, você será direcionado à página de cursos (o próximo curso será sobre como abordar mutilação genital com comunidades). Clique em “Honor violence and forced marriage training" para começar as aulas. As lições são curtas, informativas e todas em formato texto. Ao final do curso, você fará um teste para receber o certificado. Compartilhe a iniciativa com seus amigos.