Voltar para Notícias

Canal Curta! exibe documentários do Fronteiras sobre as grandes questões contemporâneas

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

Quais são os problemas e as soluções de uma sociedade urbana que precisa da natureza? Estamos em meio a uma crise de conhecimento? Como construir uma individualidade autônoma? Qual a relação entre memória, imaginação e identidade? Mais ainda, o que é a identidade no mundo contemporâneo?

Estes e muitos outros temas serão discutidos na nova série Fronteiras do Pensamento, no canal Curta!. Na série, os principais convidados do Fronteiras – sejam artistas, pensadores, cientistas, ativistas – debatem os desafios do presente e as perspectivas para o futuro em documentários produzidos pelo Fronteiras do Pensamento, com média de 52min. Em abril, os filmes serão exibidos todas as quintas-feiras, às 23h.

Confira a programação de abril
Memória fantasma | 09/04, 23h
: documentário de Pedro Zimmermann. Howard Gardner, Iván Izquierdo, Miguel Nicolelis, Steven Pinker e Donaldo Schüler discutem a relação entre memória, identidade e imaginação a partir da linguística e da neurociência.

Horizonte flutuante | 16/04, 23h: documentário de Vicente Moreno. Carlo Ginzburg, Daniel Cohn-Bendit, Daniel Dennett, Eduardo Giannetti, Jean-Michel Cousteau, Mario Vargas Llosa e Terry Eagleton são instigados a apontar as grandes questões que deveríamos nos perguntar em meio a uma crise do conhecimento, em que parâmetros e hierarquias são cada vez mais difusos.

Encontros e dissonâncias | 23/04, 23h: documentário de Camila Gonzatto. Alain de Botton, Edgar Morin, Fredric Jameson, Mohsen Makhmalbaf e Orhan Pamuk conversam com pensadores e artistas brasileiros, criando um diálogo a partir de suas teorias e construindo uma reflexão sobre a identidade no mundo atual.

Para compreender o século XXI | 30/04, 23h: documentário de Richard Tavares e Davi Pretto. Edgar Morin, Luiz Felipe Pondé, Fredric Jameson, Garry Kasparov, Lygia da Veiga Pereira, Mohsen Makhmalbaf, Orhan Pamuk, Sylvia Earle e Shirin Ebadi refletem sobre como chegamos até o presente. Através de depoimentos informais, eles cruzam as fronteiras entre ciência, religião, política e sociologia.