Voltar para Notícias

Reinvenção do humano: conheça a programação do Fronteiras do Pensamento 2020

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

Razão. Liberdade. Humanidade. Justiça. Eis alguns dos valores e ideias que o Iluminismo nos legou. Não estariam as respostas para os grandes dilemas de nosso tempo na capacidade de ressignificar e dar nova vida aos ideais modernos que, hoje por vezes, parecem relíquias antigas? 

Essa é a reflexão que o Fronteiras do Pensamento propõe para a temporada 2020, buscando novos meios, a partir de ideias já existentes no mundo, para imaginarmos um futuro melhor.

De maio a novembro, as cidades de Porto Alegre e São Paulo recebem oito conferências com grandes pensadores contemporâneos que, de diferentes maneiras, imprimem um novo fôlego aos valores iluministas que foram capazes de revolucionar a vida nos últimos séculos, colocando o humano no centro de tudo.

Para refletir sobre a temática, o projeto traz ao Brasil os seguintes convidados: Andrew Solomon, Isabela Figueiredo, Alain Mabanckou, Jonathan Haidt, Mia Couto, Paul Collier, Timothy Snyder e Fritjof Capra.

 

VENDAS:

SÃO PAULO: Venda exclusiva para clientes Santander de 10 a 16 de março. Clique para garantir o pacote de para os oito encontros do Fronteiras do Pensamento São Paulo.

PORTO ALEGRE: Clique agora para garantir sua presença nas conferências do Fronteiras do Pensamento Porto Alegre.

 

CONHEÇA OS CONFERENCISTAS DO FRONTEIRAS DO PENSAMENTO 2020:

ANDREW SOLOMON 

04/05 (POA) e 06/05 (SP)

“Acredito que as palavras são fortes, que podem esmagar o que tememos quando o medo parece mais terrível do que o lado positivo da vida.”

Escritor norte-americano. Autor prestigiado e referência mundial nos temas depressão e saúde mental, publicou livros sobre psicologia, cultura e política, como Longe da árvore e O demônio do meio-dia, obra finalista do Prêmio Pulitzer.

 

ISABELA FIGUEIREDO 
25/05 (POA) e 27/05 (SP)

“Um livro trazia um mundo diferente dentro do qual eu podia entrar. Um livro era uma terra justa.”

Escritora e jornalista portuguesa. Uma das mais destacadas autoras da literatura lusófona na atualidade, publicou romances que atingiram sucesso de público e de crítica como Caderno de memórias coloniais e A gorda

 

ALAIN MABANCKOU 
15/06 (POA) e 17/06 (SP)

“A cultura é o ponto de partida para a emancipação do povo, ela permite ancorar uma nação na história do mundo.”

Escritor francês. Professor de literatura francófona e escrita criativa na Universidade da Califórnia, é autor de Memórias de porco espinho, obra agraciada com o Prêmio Renaudot, e Petit Piment, romance indicado aos prêmios Goncourt e Man Booker.

 

JONATHAN HAIDT 
17/08 (POA) e 19/08 (SP)

“A força mais poderosa já conhecida neste planeta é a cooperação humana - uma força para construção e destruição.”

Psicólogo social norte-americano. Reconhecido como um dos maiores pensadores globais, seu trabalho enfoca as bases da moralidade em diversas culturas. É autor de A mente moralista e Uma vida que vale a pena.

 

MIA COUTO
14/09 (POA) e 16/09 (SP)

“A viagem não começa quando se percorrem distâncias, mas quando se atravessam as nossas fronteiras interiores.”

Escritor moçambicano. Um dos principais autores do continente africano, foi agraciado com os prêmios Camões e Neustadt. É autor de livros como Terra sonâmbula, A confissão da leoa e O bebedor de horizontes.

 

PAUL COLLIER 
05/10 (POA) e 07/10 (SP)

“Eleições determinam quem está no poder, mas não determinam como o poder é usado.”

Economista britânico. Influente especialista em desenvolvimento econômico, é diretor do Centro Internacional de Crescimento, com base na London School of Economics. É o autor de O futuro do capitalismo.

 

TIMOTHY SNYDER 
19/10 (POA) e 21/10 (SP)

“A história não se repete, mas ensina.”

Historiador norte-americano. Professor na Universidade de Yale, analisa em sua obra os grandes fatos e movimentos que provocaram mudanças no curso da história. É autor de Na contramão da liberdade e Sobre a tirania.

 

FRITJOF CAPRA 
16/11 (POA) e 18/11 (SP)

“O homem não teceu a teia da vida, ele é dela apenas um fio. O que fizer para a teia estará fazendo a si mesmo.”

Físico teórico austríaco. Professor na Universidade da Califórnia e especialista em educação ecológica, tornou-se mundialmente reconhecido com a publicação de O Tao da física, que relaciona a física moderna com as filosofias orientais tradicionais.