Voltar para Notícias

Escritor e psicanalista Contardo Calligaris morre aos 72 anos

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

Nesta terça-feira (30), faleceu o escritor e psicanalista Contardo Calligaris, com 72 anos de idade. O dramaturgo italiano tratava um câncer e estava internado no Albert Einstein, em São Paulo.  

Conferencista do Fronteiras do Pensamento 2019, Calligaris refletia sobre a existência humana e abordava questões da adolescência e das angústias desencadeadas pelos desafios contemporâneos. O escritor desenvolveu seu trabalho ancorado em importantes temas como cultura e psicanálise, introduzindo o debate sobre a obrigatoriedade da felicidade, do gozo, da beleza e dos excessos.

Calligaris era colunista no jornal Folha de S.Paulo e atendia como psicólogo nos seus consultórios em São Paulo e Nova York. Sua formação teve início na Suíça, estudando Epistemologia Genética. Na sequência estudou Letras, e fez doutorado em Semiologia com um dos mais reconhecidos linguistas, Roland Barthes, e em Psicanálise. Em 1985, veio ao Brasil lançar seu primeiro livro de psicanálise, “Hipótese sobre o fantasma”. 

>> Relembre as ideias deste grande pensador que escolheu o Brasil como lar


>> Contardo Calligaris no Fronteiras: "A sociedade atual tem o dever de dar a todos a chance de viver na Beleza"