Voltar para Notícias

Especial Fronteiras na Folha de S.Paulo traz caderno impresso e vídeos sobre a temática "Como viver juntos"

Nesta sexta-feira (24), a edição impressa da Folha de S.Paulo traz o Caderno especial Fronteiras do Pensamento. O encarte apresenta artigos com especialistas nos campos de pesquisa e de atuação dos convidados desta temporada, além de uma entrevista exclusiva com Camille Paglia.

Em 2015, o ciclo de conferências aborda a temática Como viver juntos. Os convidados da temporada anual, que acontece de maio a novembro em São Paulo e Porto Alegre, debaterão os desafios do convívio e da cooperação em um mundo que vive uma explosão demográfica. Segundo projeções da ONU, a população mundial continuará crescendo e alcançará 9,55 bilhões de pessoas em 2050. A maior parte viverá em cidades. A ONU fixou como uma de suas metas para o desenvolvimento sustentável a erradicação da miséria no plano global até o ano de 2030. No entanto, ainda vivenciamos um paradoxo em nosso cotidiano: esforços governamentais e sociais afirmam direitos e reduzem a pobreza, mas vemos o crescimento da desigualdade social e econômica em muitos países.

Esta é uma condição da nossa época, em boa medida produzida pelo surto mundial de progresso sem precedentes nas últimas três décadas. Neste contexto, viver juntos significa agir com responsabilidade. Viver juntos representa aprender a conviver com a diferença em termos raciais, étnicos, religiosos, políticos ou econômicos. Este é o desafio mais urgente da atualidade.

Clique na imagem para ver o infográfico
dos números da explosão demográfica e do
crescimento populacional em centros urbanos.

Clique na imagem para ler a versão PDF do
Caderno especial Fronteiras do Pensamento
na Folha de S.Paulo


A Folha convidou alguns intelectuais brasileiros para falar sobre esses assuntos em uma série de vídeos. Assista abaixo às falas do curador do Fronteiras, Fernando Schüler, e do psicanalista italiano Contardo Calligaris e clique aqui para assistir a todos os vídeos com Alexandre Vidal Porto, Anderson Kazuo Nakano, André Lemos, Anthony Ling, Igor Reno, Luiz Felipe Pondé, Mary Del Priore, Mirian Goldenberg, Rosa Alegria e Rose Satiko.

Fernando Schüler: "Você precisa enfrentar o fato de que as pessoas pensam de maneira diferente, o que era antes invisível se tornou visível, as diferenças estão muito mais próximas, as pessoas estão muito mais próximas e terão que descobrir uma nova forma de cooperar e conviver."

Contardo Calligaris: "Não sei se seria mais interessante se perguntar como é que vamos fazer para conseguir estarmos sozinhos apesar do número de pessoas que aumenta - por que que estar juntos seria bom?"