Voltar para Notícias

Siga o Fronteiras e a Cosac Naify e concorra a cinco livros de Valter Hugo Mãe

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

Quer ganhar um kit com os cinco livros de Valter Hugo Mãe lançados pela Cosac Naify?

Siga o Fronteiras do Pensamento e a Cosac Naify nas mídias e acompanhe a cobertura ao vivo da conferência com Hugo Mãe em nosso twitter ou instagram nesta segunda-feira (03), a partir das 19h45. Durante o evento, lançaremos uma pergunta relacionada ao escritor nas duas mídias. Vamos premiar a primeira resposta correta em cada rede social com um kit com os cinco livros de Mãe.

Como responder
Usuário do Twitter: siga a Cosac Naify e o Fronteiras do Pensamento no Twitter e retuite a pergunta da promoção (aquela que tiver a hashtag #euamovalterhugomãe) com a sua resposta.

Usuário do Instagram: siga a Cosac Naify e o Fronteiras do Pensamento no Instagram e responda no próprio post da pergunta (aquele que tiver a hashtag #euamovalterhugomãe), no perfil do Fronteiras no instagram.

Conheça as obras do kit Valter Hugo Mãe
O paraíso são os outros
Edição no Brasil – Cosac Naify, 2014

Valter Hugo Mãe revisita um dos temas mais antigos da literatura, o amor, modernizando-o para dialogar diretamente com o leitor do século XXI, mostrando que o amor está mais vivo do que nunca.

O filho de mil homens
Edição no Brasil – Cosac Naify, 2012

Com vontade imensa de ser pai, o pescador Crisóstomo, um homem de 40 anos, conhece o órfão Camilo, que um dia aparece em sua traineira. Ao redor dos dois, outros personagens testemunham a invenção e a construção de uma família.

a máquina de fazer espanhóis
Edição no Brasil – Cosac Naify, 2011

Hugo Mãe conta a história de antónio jorge da silva, um barbeiro que acaba de completar 84 anos, e, depois de perder a mulher, é entregue a um asilo. Sozinho, mas sem sucumbir ao pessimismo, num mundo cuja metafísica parece ter sido subtraída, silva investiga novas formas de conduzir sua vida.

o apocalipse dos trabalhadores
Edição no Brasil – Cosac Naify, 2013

Obra que conta as histórias de Maria da Graça e Quitéria, duas empregadas domésticas que, apesar do trabalho duro e da rotina opressiva, mantêm as esperanças de uma vida melhor. Para incrementar o orçamento mensal, as duas fazem bicos como carpideiras, e passam madrugadas velando defuntos desconhecidos.

A desumanização
Edição no Brasil – Cosac Naify, 2014

"A desumanização" se passa na paisagem inóspita dos fiordes islandeses e é narrado por Halla, uma menina de 11 anos que nos conta, de maneira muito especial, o que lhe resta depois da morte da irmã gêmea.

Conheça o autor
Nascido em Saurimo, em Angola, Valter Hugo Mãe se destaca no panorama da literatura portuguesa pelo carisma e o ecletismo. Escritor, editor, artista plástico, apresentador de televisão e cantor, é filho de portugueses, e retornou a Portugal antes dos cinco anos de idade. Passou a infância em Paços de Ferreira e, em 1980, mudou-se para Vila do Conde, onde vive até hoje. Licenciou-se em direito e fez uma pós-graduação em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Além da escrita, dedica-se ao desenho, com uma primeira exposição individual inaugurada em 2007, no Porto, e à música, como vocalista do grupo Governo. Escreve as colunas “Autobiografia imaginária", no Jornal de Letras, e “Casa de papel", no jornal Público. Também apresenta, desde 2012, um programa de entrevistas num canal português.

Leia mais sobre Valter Hugo Mãe
Entrevista: "Os melhores sonhos da vida são os sonhos de toda a gente"
Pergunta Braskem: envie perguntas ao escritor de qualquer parte do Brasil
Entrevista: Os fiordes de todos nós