Voltar para Notícias

Fronteiras Braskem do Pensamento traz Manuel Castells, Luc Ferry e Contardo Calligaris a Salvador

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso
Manuel Castells (foto: Greg Salibian)
Manuel Castells (foto: Greg Salibian)

Em 15 anos, o planeta Terra alcançará a marca de oito bilhões de habitantes. 60% destas pessoas viverão nos centros urbanos, seja em construções verticais, repletas de vizinhos, em ruas cheias ou conectadas por redes de informação. Redes de pessoas ligadas de forma cada vez mais intensa, veloz e independente, transformando o conceito de participação e de governança. Para Luc Ferry, “redes úteis, mas perigosas", “que permitem o anonimato e todos os seus horrores". Para Manuel Castells, "viver em rede tem um único perigo: nós mesmos", sendo que "a rede é a infraestrutura de nossas vidas e nós somos anjos e demônios." Já Contardo Calligaris, questiona o porquê de tanta conexão: "Não sei se seria mais interessante se perguntar como é que vamos fazer para conseguir estarmos sozinhos apesar do número de pessoas que aumenta."

Manuel Castells, Luc Ferry e Contardo Calligaris sobem ao palco do Teatro Castro Alves, na série especial Fronteiras Braskem do Pensamento 2015, para debater a temática Como viver juntos.
Adquira seu ingresso para as conferências do Fronteiras Braskem do Pensamento

Viver juntos é nosso destino. Seja no espaço real das cidades ou no espaço digital criado pelos avanços tecnológicos. Nas sociedades de rede, vivemos simplesmente conectados uns aos outros. Esta nova forma efêmera e fluida de sociabilidade torna a vida, a cada dia, um aprendizado de tolerância e cooperação, permitindo que a sociedade moderna utilize cada vez mais a tecnologia, com suas máquinas e canais de comunicação, para gerar mais ideias e mais compreensão.

Para debater o tema, o Fronteiras convida um filósofo em busca da boa vida em meio aos problemas do clima, da escassez de recursos naturais e do consumo desenfreado; um sociólogo em busca de uma comunicação facilitada entre indivíduos empoderados; e um psicanalista em busca do espaço que cada indivíduo precisa para manter relativa sanidade.

No dia 12 de maio, o sociólogo espanhol Manuel Castells dá início à discussão, apresentando as ideias que o tornaram mundialmente reconhecido como um dos maiores especialistas nas sociedades em rede e nos efeitos da informação sobre a economia, a cultura e a sociedade em geral.

Em 16 de setembro, Luc Ferry traz as lições da filosofia para lidar com o cotidiano. Como ficam as novas estruturas familiares, o papel do amor e a busca da felicidade na contemporaneidade?

Dia 01 de outubro é a vez de Contardo Calligaris, o psicanalista e cronista italiano que ganhou o Brasil com seus textos e conferências sobre a relação do indivíduo com ele mesmo e com o mundo.