Voltar para Notícias

Fronteiras Educação leva história da cultura brasileira a alunos da rede municipal de ensino

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso
Fabrício Carpinejar questiona o público do Fronteiras Educação (foto: Luiz Munhoz/Fronteiras do Pensamento)
Fabrício Carpinejar questiona o público do Fronteiras Educação (foto: Luiz Munhoz/Fronteiras do Pensamento)

Aula de história pode sim ser divertida! Dos portugueses, que colonizaram o território por mais de três séculos, aos indígenas e africanos, passando por europeus e outras etnias: o segundo encontro do Fronteiras Educação 2015 promoveu uma grande aula sobre a história da cultura brasileira aos mais de mil alunos da rede municipal de ensino de Porto Alegre, que se reuniram no Salão de Atos da UFRGS, nesta segunda-feira (05) de manhã.

Como a nossa cultura definiu quem somos? Linguagem, música, arte, religião, culinária, folclore, esportes, festas populares, ciência e literatura foram algumas das áreas abordadas pelos professores desta grande aula, os historiadores Jocelito Zalla e Joana Bosak, que explicaram a importância das ideias de nomes como Darcy Ribeiro, Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Hollanda aos alunos do 6º ao 9º ano. A apresentação, sempre garantia de descontração e risadas, ficou com o escritor Fabrício Carpinejar.

O encontro também apresentou a obra de grandes pensadores sobre a cultura contemporânea, como Mario Vargas Llosa e Mia Couto, que sinalizam a importância do fortalecimento e da preservação da cultura para formar cidadãos, e de Saskia Sassen, Timothy Garton Ash e José Ramos-Horta, que analisam o mundo contemporâneo e seus constantes movimentos de migração, a importância da construção de novas cidades, o debate sobre novas políticas e o aprimoramento de noções de justiça e igualdade para todos.

Confira os temas dos próximos encontros do Fronteiras Educação
Informações e inscrições para as escolas interessadas pelo e-mail educacao@fronteiras.com e pelo fone 4020.2050.

9/11 – Educação e democratização do conhecimento na web
A educação é um dos caminhos para uma existência livre. Fernando Savater defende que ela é um dos valores sociais que precisa ser valorizado. Ao mesmo tempo, a tecnologia permite que os caminhos que levam até o conhecimento sejam cada vez mais acessíveis e democráticos, como a Wikipédia de Jimmy Wales.

24/11 – A vida nas cidades
Atualmente, 80% dos brasileiros vivem em cidades, em busca de melhores empregos e condições de vida. Mas isso tem um preço: poluição, trânsito congestionado, falta de saneamento, escassez de água e insegurança. O que é possível fazer para melhorar a qualidade de vida nas grandes cidades para vivermos melhor?

O Fronteiras Educação tem patrocínio da Petrobras e parceria institucional da UFRGS e da Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre.