Voltar para Notícias

Para entender a contemporaneidade: Mark Lilla é o convidado do Roda Viva

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

Mark Lilla é um dos mais destacados ensaístas de sua geração. Professor de Humanidades na Universidade de Columbia e articulista do New York Review of Books, dedicou-se profundamente ao estudo do pensamento político da modernidade, oferecendo aos leitores um diagnóstico preciso dos dilemas de nosso tempo.

Em 2016, Lilla se tornou assunto na mídia ao criticar, em artigo no New York Times, a política identitária abraçada pelo Partido Democrata nas eleições contra Donald Trump. O texto, O fim do liberalismo identitário, foi o artigo político mais lido do jornal naquele ano, e acabou se transformando em um livro, The Once and Future Liberal: After Identity Politics.

O argumento do autor é que o discurso Democrata foca excessivamente nas identidades e isola os eleitores de grupos minoritários – e isso seria a causa pelas seguidas derrotas deste partido nos Estados Unidos. Ao segmentar o eleitorado, a esquerda teria perdido a capacidade de formular uma visão de nação que abrangesse toda a população.

Para discutir estes temas referenciais à contemporaneidade, Mark Lilla participou do Roda Viva, na TV Cultura. Compõem a bancada de entrevistadores Eduardo Wolf, doutor em Filosofia pela USP e Curador-Assistente do Fronteiras do Pensamento; Robinson Borges, editor de cultura do jornal Valor Econômico; Julia Leite, chefe de redação da agência Bloomberg em São Paulo; Joel Pinheiro da Fonseca, economista e filósofo; e João Paulo Charleaux, repórter especial do Nexo Jornal.

Assista abaixo ao Roda Viva com Mark Lilla


No Fronteiras do Pensamento, Mark Lilla trouxe os conceitos de identidade e solidariedade. O professor defendeu que a importância da democracia reside não em compartilharmos valores comuns, mas sim em termos um sentimento de ligação com o nosso sistema político. Também, de compartilharmos o compromisso de nos ajudarmos enquanto cidadãos.

Relembre abaixo a passagem de Mark Lilla no Fronteiras e não esqueça de ligar sua televisão (ou celular) hoje, às 22h30, na TV Cultura.

Mark Lilla no Fronteiras do Pensamento 2018

A luta pela igualdade conquistou direitos e transformou a sociedade de forma louvável e inquestionável. Até que algo mudou. A busca por um mundo melhor passou a ser a luta para que o mundo me reconhecesse.

O que é democracia atualmente? Como os jovens encaram seus ideais? Como a solidariedade se tornou uma defesa radical da individualidade? Lilla explica as mudanças geradas por este novo paradigma.