Voltar para Notícias

Peter Singer discute o status moral do sofrimento no Dia Internacional dos Direitos dos Animais

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

No dia 10 de dezembro, é comemorado o Dia Internacional dos Direitos dos Animais. O Fronteiras do Pensamento divulga o primeiro vídeo com o filósofo australiano Peter Singer, conferencista do Fronteiras 2013. Em 1975, Peter Singer publicou a obra que o tornaria conhecido, Libertação animal.

A partir do lançamento do livro, empresas de produção de cosméticos e de alimentos tiveram que alterar suas formas de produção e de testes de produtos. A grande lição que Singer nos deixa é clara: "O progresso moral de uma sociedade pode ser julgado pela maneira como ela trata os seus membros mais fracos."

No vídeo, um dos mais polêmicos filósofos do mundo por pedir que reflitamos sobre nossa própria coerência e que a pratiquemos em nossas vidas cotidianas, debate a questão do sofrimento: por que o sofrimento de um animal seria menos importante do que o de um ser humano? Singer analisa as contradições do especismo e defende o fim do consumo de produtos que impulsionam modos de produção que ignoram o sofrimento dos animais.

Peter Singer: O status moral do sofrimento