Voltar para Notícias

Steven Pinker fala sobre progresso na segunda conferência da Temporada 2021

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

A relevância do tema progresso para o segundo conferencista da Temporada 2021 do Fronteiras do Pensamento, Steven Pinker, é evidenciada pela notoriedade que ganhou sua defesa da psicologia evolucionista e da teoria computacional da mente e pelo protagonismo que o conceito recebeu em sua obra mais recente, “O novo iluminismo”. Pinker é Professor na Universidade de Harvard, um reconhecido autor de divulgação científica e um dos principais cientistas cognitivos do mundo, psicólogo experimental e cognitivo, teórico evolucionista e linguista.

Em sua palestra, lançada na noite de quarta-feira (08), propôs refletir sobre o amanhã: pandemia, poluição, política e progresso, a partir do que entendemos por progresso. Ele é definido pelo pensador como melhorias no florescimento humano. Ou seja, pela manutenção e crescimento de dimensões como vida, saúde, sustento, prosperidade, paz, liberdade, segurança, conhecimento, lazer e felicidade.

Lançando mão de dados e gráficos relacionados a cada uma destas questões, Steven Pinker mostra como a humanidade definitivamente progrediu ao longo de sua história, comprovando que o progresso é algo real. Não é uma questão de otimismo. Não é uma questão de ver o lado positivo. Ele defende que o progresso é um fato sobre a história humana.

Veja o que o conferencista responde à Pergunta Braskem: “Em seu novo livro ‘O Novo Iluminismo’, você traz ideias muito otimistas. No entanto, quando olhamos os fatos que estão acontecendo atualmente no mundo, como as pessoas podem manter uma visão otimista, e não serem contaminadas por uma visão pessimista?


O conferencista retomou outra obra sua, "O iluminismo agora", na qual mostra como este progresso foi gerado e discute como isso aconteceu a partir da aplicação da razão e da ciência ao humanismo, melhorando a condição de homens, mulheres e crianças, aumentando o florescimento humano.

Pinker também reflete sobre ameaças ao progresso e como devemos pensar sobre elas. Dentre elas, as pandemias, como a pandemia da Covid, que ainda não acabou. E aponta a mudança climática como a maior ameaça à continuação do progresso.

Elas se somam a outros desafios ao progresso: paraísos fiscais, o risco de sabotagem cibernética, chantagem e vandalismo; o problema dos migrantes, o terrorismo. Pinker observou que todos eles são inerentemente globais. E, para detê-los e garantirmos que a humanidade continue seu progresso histórico, será preciso que as nações cooperem.

Para assistir a esta e todas as oito conferências da Temporada 2021 do Fronteiras do Pensamento – Era da Reconexão, de onde e quando quiser, além de desfrutar de conteúdos exclusivos em plataforma digital, garanta sua inscrição pelo site https://temporada.fronteiras.com/.