Voltar para vídeos
0 visualizações
Zygmunt Bauman
A benção e a maldição dos laços humanos

Quem tem laços afetivos está em segurança, mas, às vezes, quer liberdade. Quem não ama, tem total liberdade, mas sente falta do amor, e da segurança que ele proporciona. O sociólogo Zygmunt Bauman destaca, porém, que nunca viu quem tenha conseguido conciliar ambas as coisas, dois valores tão importantes para a felicidade das pessoas.

Inscreva-se em nosso canal e ative as notificações para ser lembrado dos novos vídeos todas as segundas e quintas-feiras http://bit.ly/FronteirasYouTube

Sociólogo polonês, conhecido mundialmente por seu conceito de “Modernidade líquida” – em que as ideias de emancipação, individualidade, tempo/espaço, trabalho e comunidade estão propensas a mudar com rapidez e de forma imprevisível.

Falecido em 2017, Bauman foi professor emérito de sociologia nas Universidades de Leeds (Inglaterra) e de Varsóvia (Polônia). Foi agraciado com o Prêmio Príncipe das Astúrias de comunicação e humanidades em 2010, teve mais de 20 obras publicadas no Brasil, dentre as quais “Modernidade líquida”, “O mal estar da pós modernidade” e “Vidas desperdiçadas”.

Todos os vídeos do canal possuem legendas. Para ativar as legendas de qualquer vídeo do YouTube, siga as instruções: vá até o menu do player e clique no ícone da roda dentada (se você estiver em um computador) ou selecione os três pontinhos (se estiver no mobile). Escolha a língua da sua preferência e não esqueça de se inscrever em nosso canal.

Fronteiras do Pensamento | Produção Telos Cultural | Produção Audiovisual Mango Films | Montagem Tokyo Filmes | Edição Pedro Zimmermann | Finalização Marcelo Allgayer | Tradução Wilney Ferreira Giozza