Voltar para vídeos
0 visualizações
Catherine Millet
Catherine Millet - Fronteiras do Pensamento 2018

Catherine Millet é uma crítica de arte respeitada na França e na Europa. É fundadora e diretora da Art Press, publicação que se tornou uma das grandes referências editoriais no cenário artístico francês e internacional. Foi uma das cinco mulheres coautoras do manifesto contra a campanha #MeToo, a respeito da violência sexual exercida contra mulheres. O ato defendia “a liberdade de importunar”, que seria, segundo elas, indispensável para assegurar a herança da revolução sexual.

Catherine Millet vem ao Fronteiras do Pensamento 2018 questionar a liberdade na sociedade contemporânea, uma sociedade que ela diz estar sob “um clima de inquisição, em que cada um vigia seus vizinhos”.

Millet é autora de livros sobre arte contemporânea e especialista nas obras do pintor espanhol Salvador Dalí e do artista plástico francês Yves Klein. Tornou-se mundialmente reconhecida ao lançar o polêmico best-seller “A vida sexual de Catherine M”, em que apresenta uma abordagem neutra sobre a existência de seu corpo físico – cujo prazer pode estar dissociado dos sentimentos – e de um corpo amoroso, que ela reservou apenas para o marido. 

Catherine Millet foi curadora da Documenta, em Kassel na Alemanha, uma das principais mostras de arte do mundo, e recebeu, em 2016, o Prêmio François Morellet. Ela acredita que todas as pessoas são repletas de contradições e que isso evita que nos tornemos personagens monolíticos ou estereotipados.

Garanta sua participação no ciclo de conferências deste ano. Acesse www.fronteiras.com e saiba mais sobre o projeto, que acontece em São Paulo e Porto Alegre.