Voltar para vídeos
0 visualizações
Leonardo Padura
Direitos e deveres de todo escritor

A literatura pode distorcer a realidade? A grande discussão sobre os limites da ficção é respondida pelo escritor cubano Leonardo Padura, que trabalhou por 15 anos como jornalista investigativo e é considerado um dos mais hábeis escritores na integração de elementos históricos e ficcionais. 

Padura traz à luz o exemplo do seu best-seller “O homem que amava os cachorros”, em que narra o assassinato do russo Leon Trotski, para explicar qual é a responsabilidade do autor e esclarecer as regras do jogo entre leitor e escritor. 

Inscreva-se em nosso canal e ative as notificações para ser lembrado dos novos vídeos todas as segundas e quintas-feiras http://bit.ly/FronteirasYouTub...

Leonardo Padura é romancista, ensaísta e jornalista. Considerado um dos melhores autores de Cuba, escreveu roteiros para o cinema e atuou por 15 anos na área do jornalismo investigativo. Padura defende que o gênero policial permite abordar os maiores problemas da sociedade, como corrupção, repressão, erosão ideológica e pobreza. Pelo conjunto de sua obra, recebeu o Prêmio Princesa das Astúrias das Letras e o Prêmio Nacional de Literatura de Cuba.

Ian McEwan, Mario Vargas Llosa, Orhan Pamuk, David Grossman, Amos Oz. Os grandes nomes da literatura contemporânea estão no Fronteiras.com. Assista aos vídeos exclusivos www.fronteiras.com/videos/cate...

Todos os vídeos do canal possuem legendas. Para ativá-las, clique no menu do player.