Voltar para vídeos
0 visualizações
Catherine Millet
Possibilidades e utopias sobre a sexualidade humana

O conceito de liberdade sexual foi se transformando ao longo das décadas. Enquanto a primeira onda do feminismo lutava pelo direito da mulher de escolher seus parceiros livremente, como os homens fizeram até então, esta busca já não é mais prioritária. O que mudou? O que as feministas atuais estão buscando? O que é possível e o que é utopia nos movimentos de hoje? Catherine Millet reflete sobre estes e outros temas ligados a gêneros e à sexualidade humana em geral.

Inscreva-se em nosso canal e ative as notificações para ser lembrado dos novos vídeos todas as segundas e quintas-feiras http://bit.ly/FronteirasYouTub...

Catherine Millet é uma crítica de arte, fundadora e diretora da Art Press, publicação que se tornou uma das grandes referências editoriais no cenário artístico francês e internacional. Em 2001, tornou-se mundialmente reconhecida ao lançar o polêmico “A vida sexual de Catherine M.”, livro que vendeu mais de 2,5 milhões de exemplares e foi publicado em 45 países.

Em 2018, foi coautora do Manifesto das Mulheres Francesas, contra a campanha #MeToo. Assinado por cem personalidades da cultura francesa e liderado por Catherine Deneuve, o documento defende “a liberdade de importunar”, que seria, segundo elas, indispensável para assegurar a herança da revolução sexual.

Todos os vídeos do canal possuem legendas. Para ativá-las, clique no menu do player.