Voltar para vídeos
0 visualizações
Roger Chartier
Revolução da leitura?

Roger Chartier, historiador francês e ensaísta especializado em história das práticas culturais e história da leitura, questiona a ideia de uma revolução da leitura no século XVIII. Chartier argumenta que a suposta revolução não estaria nos diferentes modos de ler, pois todas as sociedades tiveram diferentes práticas de leitura – ávida e rápida em múltiplos textos ou aquela que lê, relê, decora e incorpora um texto. Para ele, a revolução também não estaria na técnica, sendo que um ateliê de cópias impressas no fim do século XVIII é similar ao de Gutenberg, no século XV. Por fim e portanto, se houve algum tipo de transformação, coloca o historiador, foi a da multiplicação da produção e do acesso à cultura impressa. Conferencista do Fronteiras do Pensamento 2007.

Fronteiras do Pensamento | Produção Telos Cultural | Produção Audiovisual V2 | Documentário A Dança do Pensamento | Direção Marta Biavaschi | Montagem Alfredo Barros | Finalização Marcelo Allgayer | Tradução Mathias Eidelwein, Marina Waquil, Francesco Settineri