Voltar para conferencistas

Calendário

  • Porto Alegre

    2017

    28

    junho

  • São Paulo

    2017

    26

    junho

Amós Oz

Escritor

Escritor israelense, Oz é ativista político e um dos mais renomados e premiados intelectuais da atualidade. É autor de uma extensa obra literária formada por romances, ensaios e críticas e publicada em 40 países, sendo um dos escritores israelenses mais traduzidos no mundo. Fundador e principal representante do Movimento Paz Agora, defende a solução de dois Estados para o conflito entre Israel e Palestina.

Após a morte da mãe, adotou o sobrenome Oz, que significa “coragem" em hebraico. Viveu durante décadas no kibutz Hulda, assentamento agrícola fundado em 1930. Participou das forças de defesa de Israel nos conflitos com a Síria e, concluindo o serviço militar, foi enviado pelo kibutz para a Universidade Hebraica em Jerusalém, onde estudou Filosofia e Literatura. Atuou como professor e lutou na guerra dos Seis Dias e na de Yom Kippur, além da ação militar israelense na faixa de Gaza.

A guerra e a evocação de uma língua e uma nação são elementos presentes na obra de Oz. Lançado em 1968, Meu Michel projetou o escritor no cenário literário do Ocidente. Em 2003, publicou De amor e trevas, narrativa autobiográfica e que virou filme dirigido por Natalie Portman. Em 2014, lançou Judas, um romance que, a partir de uma história de amor, questiona a fundação do estado de Israel e as guerras que abalam o Oriente Médio.

Amós Oz afirma que não escreve para entreter, mas para que os leitores se façam perguntas. Foi agraciado com o Prêmio Israel, o Prêmio Goethe e o Prêmio Príncipe das Astúrias, dentre outros reconhecimentos. Seu livro mais recente no Brasil é Como curar um fanático, reunião de ensaios e entrevista para debater a questão de Israel e Palestina, enfocando a tragédia no sentido mais antigo do termo: “a batalha entre o certo e o certo".

Galeria de Fotos

mais fotos
Voltar para conferencistas