Voltar para conferencistas

Ian McEwan

Escritor

McEwan é um dos mais importantes ficcionistas de sua geração. Estudou literatura inglesa nas universidades de Sussex e de East Anglia, onde teve Malcolm Bradbury como professor. Iniciou sua trajetória em 1975, com a publicação do livro de contos First love, last rites. Em 1978, chamou a atenção da crítica com a novela O jardim de cimento, livro no qual constrói uma experiência literária áspera e visceral. Com uma prosa precisa e um olhar literário irônico e quase indiferente, é conhecido pela construção de personagens e pela atmosfera de suspense e estranhamento, com enredos sombrios que trazem dilemas de ética e de moral, perversidade, incesto, vingança e redenção.

Em 1998, ganhou o Prêmio Man Booker pelo romance Amsterdam. Seu livro mais conhecido, Reparação, alcançou grande sucesso mundial e foi escolhido como o melhor romance de 2002 pela revista Time, indicado ao Prêmio Booker de Ficção e ao Prêmio Whitbread e vencedor do Prêmio Literário W. H. Smith. Adaptado para o cinema em 2007, teve sete indicações ao Oscar, dentre elas a de melhor filme. Em 2007, lançou Na praia, romance indicado ao Prêmio Man Booker de ficção e vencedor do British Book como livro e autor do ano.

Ao longo da última década, publicou vários romances que continuaram a expandir o seu prestígio, como Sábado, Solar, Serena e A balada de Adam Henry, livro mais recente publicado no Brasil e que aborda a defesa da racionalidade científica contra os fundamentalismos religiosos.

Ian McEwan avalia que a razão de o gênero romance sobreviver, apesar de todas as mídias que surgiram nos últimos séculos, é a habilidade que ele tem de fazer o leitor se colocar no lugar de outra pessoa e experimentar outra forma de vida.

Galeria de Fotos

mais fotos
Voltar para conferencistas