Voltar para conferencistas

Robert Darnton

Historiador cultural norte-americano

Darnton é pioneiro nos estudos sobre a história do livro e um dos mais renomados especialistas em história da França do século XVIII. Graduado pela Universidade de Harvard, com mestrado e doutorado pela Universidade de Oxford, lecionou em Princeton de 1968 a 2007. Em 2007, assumiu como diretor da Biblioteca de Harvard e tornou-se o responsável por disponibilizar pela internet o conjunto da produção intelectual da universidade, considerado um dos maiores e mais importantes do mundo.

É autor de diversos livros, como O Iluminismo como negócio, Os best-sellers proibidos da França pré-revolucionária, A questão dos livros e O beijo de Lamourette – Mídia, cultura e revolução. Sua obra mais conhecida é O grande massacre de gatos e outros episódios da história cultural francesa, traduzida para 19 idiomas.

Já foi professor visitante e membro de inúmeras instituições de ensino avançado, além de consultor da Biblioteca Pública de Nova York e da Oxford University Press, e de ter trabalhado por um breve período no jornal The New York Times. Dentre as premiações por seu trabalho, constam o MacArthur Prize Fellowship, o National Book Critics Circle Award, a Legião da Honra francesa e a Medalha Nacional de Humanidades, concedida por Barack Obama.

Robert Darnton acredita que a história da censura não é uma história de luzes contra a escuridão, mas a história de determinado contexto e comportamento humanos. Em sua mais recente publicação, Censores em ação – Como os Estados influenciaram a literatura, recria três momentos em que a censura restringiu a expressão literária – no século XVIII na França, no século XIX na Índia e no século XX na Alemanha Oriental. Ao enraizar a censura nas particularidades da história, o estudo aborda o impacto da repressão na literatura.

Galeria de Fotos

mais fotos
Voltar para conferencistas