Voltar para Notícias

Fronteiras Educação une gamification e história da civilização em grande aula

Se a vida no planeta Terra fosse um jogo, teríamos inúmeras fases; personagens complexas, sem a distinção de mocinhos ou bandidos; cenários de beleza deslumbrante ou destruição total; e muitas etapas que autorizariam a passagem para o nível seguinte.

A tarefa de dividir a história da humanidade em fases não seria fácil, mas o desafio foi aceito pelo Fronteiras Educação, que levou este "jogo da vida" ao Salão de Atos da UFRGS, na última segunda-feira (23), para mais uma grande aula do projeto educacional. No evento, intitulado Civilização – Uma linha do tempo na história, os jovens cruzaram a linha do tempo da descoberta do fogo aos dias de hoje, passando por 13 diferentes "fases" da civilização.  

“No princípio, havia o escuro, e então fez-se a luz.” Mitos, textos religiosos, fábulas e histórias de diversas épocas foram pano de fundo para o início deste encontro que passou pela sociedade industrial, iluminismo, o fim da escravidão, a II Guerra e muitos outros episódios cruciais para compreender os dias de hoje e auxiliar os jovens nas decisões do futuro. 

A aula foi ministrada pelos professores historiadores Joana Bosak e Felipe Pimentel, também psicanalista. Como já é tradição, a todos os presentes foi distribuído o fascículo especial, revisado por renomados especialistas e elaborado com a linguagem dos jovens para tornar esta grande aventura ainda mais interessante. Dicas de livros, séries, filmes e referências a jogos adorados por esta geração apareceram como referências importantes para enriquecer o aprendizado de todos!

Neste ano, o Fronteiras Educação tem o patrocínio da Braskem e a parceria institucional da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre.