Voltar para Artigos

O vasto legado de Roger Scruton para a humanidade

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso
Roger Scruton
Roger Scruton

“O que é revelado a mim na experiência da Beleza é uma verdade fundamental sobre o ser – a verdade de que ser é um presente e receber este presente é uma missão.”  - Roger Scruton 


O caráter único da beleza e do sagrado, bem como uma visão otimista em relação ao valor da existência e de uma vida que se constrói sobretudo na relação com o outro. Esses foram os eixos centrais de uma das últimas falas públicas do filósofo britânico Roger Scruton antes de sua morte.

Cânone do conservadorismo mundial, o intelectual faleceu no dia 12 de janeiro deste ano, deixando um vasto legado que contempla mais de 50 obras - de ensaios acadêmicos a romances - e o exemplo de quem sempre expôs sua opinião a partir de uma poderosa retórica. Sem medo de polêmicas e de temas transversais - da arquitetura à política internacional, passando pela experiência humana na terra -, Scruton expunha o que pensava de modo cortês e civilizado e, sempre, demonstrava grande conhecimento dos temas que tratava e das posições de seus adversários e interlocutores.

Em julho de 2019, Scruton propôs ao público do Fronteiras do Pensamento reflexões sobre o significado da vida e discorreu sobre o caráter interpessoal da estética e do sagrado na experiência humana. Mas a grande mensagem que ecoou na mente dos presentes veio de sua trajetória pessoal - da experiência que viveu no leito de morte da própria mãe - para corroborar que o encontro com o outro é justamente o que dá sentido à vida humana: "A redenção vem do outro. Reconhecemos, em nosso ser, que não estamos sozinhos, que o que importa para nós - nossa salvação - é o amor, a compaixão e o perdão que os outros nos concedem. O significado da vida emerge deste diálogo entre o eu e o outro, quando cada um assume total responsabilidade pelo ser de ambos."

 

>> Para LER Roger Scruton

Leia o resumo da conferência do filósofo em Porto Alegre e São Paulo.

Beleza

Beleza

Propõe uma reflexão a respeito da beleza e do lugar que ela ocupa em nossas vidas. Sua abordagem não é histórica nem psicológica, mas filosófica, levantando questões a respeito da subjetividade da beleza, dos critérios para julgar uma obra de arte, da existência de um fundamento racional para o gosto, da relação entre tradição, técnica e gosto, entre outras.

 

Como ser um conservador

Como ser um conservador

Uma verdadeira bíblia do pensamento conservador. É a partir da apresentação teórica e prática do pensamento conservador em suas várias dimensões na vida em sociedade que o autor examina e explica como ser um conservador. E o faz com uma habilidade grandiosa para expor teoria e análise de maneira clara e concisa sem simplificá-las ou vulgarizá-las.

 


Conservadorismo: um convite a grande tradição

Conservadorismo: um convite a grande tradição

A obra oferece aos leitores um convite ao mundo da filosofia política, explicando a história e a evolução do movimento conservador ao longo dos séculos. Com a clareza e a autoridade de um professor habilidoso, discute perspectivas da ideologia na sociedade civil, estado de direito, liberdade, moral, propriedade, direitos e o papel do Estado. 

 

 

>> Para VER Roger Scruton

 


Por que a beleza importa? 

Documentário lançado em 2009, pela BBC. A obra tornou o nome de Scruton ainda mais conhecido mundo afora.



O grande pecado contemporâneo 

Fazer escolhas o tempo inteiro e arcar com a responsabilidade das nossas decisões. Um peso necessário no mundo contemporâneo. Um peso que, talvez, esteja excessivo, visto que cometemos um grande pecado para escaparmos de tamanha carga. O filósofo britânico Roger Scruton esclarece as consequências de um mundo que busca fugir da própria responsabilidade: o nosso mundo.

 


A importância das instituições 

O que acontece quando as instituições são deixadas de lado? Roger Scruton alerta para o extremismo que pode surgir na ausência das instituições e respectivo regime de comprometimento, um risco independente de posturas de direita ou esquerda, e reflete sobre como a falta de confiança permeia as questões políticas.  

 


Como lutar contra o consumismo 

Objetos, experiências, pessoas descartáveis. O consumismo está para além da economia e atinge a vida humana como um todo. O caminho para lutar contra este esvaziamento é um dos grandes eixos do pensamento do filósofo Roger Scruton, que explica o poder de um de seus mais conhecidos conceitos, o da Beleza.

 


O conservadorismo contemporâneo no Brasil 

Roger Scruton analisa como o Brasil pode e deve conservar seus recursos para as futuras gerações através do pensamento conservador contemporâneo. A natureza presente no país, o Estado do Direito, o cristianismo, a democracia e outros tópicos são levantados pelo filósofo britânico.