Postado em abr. de 2021

Ciência | Psicologia e Saúde Mental

A falta e o excesso de convívio na pandemia

Andrew Solomon aborda os dois extremos do distanciamento social: a solidão e o excesso de convívio no mesmo teto.


O distanciamento social para conter a Covid-19 trouxe dois tipos de problemas, além do medo do vírus. Um deles é o que se chama na psicologia de “privação de toque”, em que as pessoas que não têm contato físico com outras pessoas acabam perecendo de forte depressão clínica. Existe, também, o problema das pessoas que estão trancadas juntas em isolamento, com um convívio excessivo e prejudicial, mesmo quando a relação é boa e amorosa.

Inscreva-se em nosso canal e ative as notificações para ser lembrado dos novos vídeos todas as quintas-feiras http://bit.ly/FronteirasYouTub...

Andrew Solomon é um premiado escritor norte-americano, referência nos assuntos de saúde mental e depressão, ativista e dono de uma fundação dedicada a estudos LGBTQIA+. Entre suas obras estão “O Demônio do Meio-Dia” e “Longe da Árvore”. Em seu trabalho, tenta compreender a mente humana e analisar como podemos viver de forma mais saudável e com mais igualdade e cultura.

Todos os vídeos do canal possuem legendas. Para ativar as legendas de qualquer vídeo do YouTube, siga as instruções: vá até o menu do player e clique no ícone da roda dentada (se você estiver em um computador) ou selecione os três pontinhos (se estiver no mobile). Escolha a língua da sua preferência e não esqueça de se inscrever em nosso canal.

Compartilhe


Andrew Solomon

Andrew Solomon

Escritor

Escritor referência mundial em depressão e saúde mental, autor de O demônio do meio-dia.
Ver Bio completa