Jorge Caldeira é o mais novo imortal

Postado em jul. de 2022

Literatura | História | Futuro e Tendências Globais

Jorge Caldeira é o mais novo imortal

Historiador e escritor, conferencista da Temporada 2022, passa a ocupar a cadeira que foi de Lygia Fagundes Telles na Academia Brasileira de Letras. Conheça mais sobre sua obra.


Agora Jorge Caldera é um "imortal". Conferencista da Temporada 2022 do Fronteiras do Pensamento, entrou para a Academia Brasileira de Letras. O historiador e escritor confirmou o seu favoritismo e passa a ocupar a cadeira que pertenceu a Lygia Fagundes Telles.

Se você ainda não garantiu o seu ingresso para a Temporada 2022, não perca tempo. Você vai estar frente a frente a pensadores indispensáveis para entender o nosso tempo. Acesse o site

Conheça mais sobre a ideias de Jorge Caldeira sobre o potencial do Brasil em se tornar uma economia de carbono. A entrevista foi concedida à TV Folha e publicada na Folha Ilustrada, na edição de 06 de agosto. A matéria completa está disponível para assinantes pelo link.

Jorge Caldeira é reconhecido por seus relatos inovadores sobre o País, é autor do best-seller História da riqueza no Brasil. Cientista social com mestrado em sociologia e doutorado em ciência política pela USP. Ao longo de suas 20 obras vem recuperando personagens esquecidos para recontar a história brasileira, por vezes contrariando a historiografia oficial e oferecendo uma nova visão sobre a era colonial no País.

Obras

Sua mais recente obra, Brasil: paraíso restaurável (2020), discute as potencialidades do País diante da economia verde. Foi finalista do Prêmio Jabuti 2021, categoria Economia Criativa. No livro, Caldeira lembra que o mundo está mudando depressa. Os alicerces de um futuro mais saudável, limpo e próspero estão sendo construídos. E, neste novo contexto, o Brasil, por suas potencialidades naturais, pode assumir uma posição de enorme destaque. É esta a oportunidade histórica que não podemos perder. O autor se uniu a Julia Sekula e Luana Schabib para apresentar análises econômicas amparadas em gráficos, infográficos e mapas até então pouco conhecidos, revelando o que o mundo já fez, tem feito e está projetando para este novo futuro. Tudo para mostrar um novo potencial, aquele em que a natureza preservada está no centro da criação de valor econômico. Um mundo no qual o Brasil é o Paraíso Restaurável por excelência.

Sobre o best-seller História da riqueza no Brasil: Cinco séculos de pessoas (2017), costumes e governos, o sociólogo e ex-Presidente da República Fernando Henrique Cardoso escreve: "O livro só não é inteiramente surpreendente para quem já leu seus livros ou ensaios anteriores. Na verdade, ele muda o eixo de apreciação da história do Brasil. Isto porque ressalta, o que para poucos era claro, que o mercado interno sempre teve importância maior do que lhe foi atribuída por muitos autores, mesmo de livros clássicos. Não que se deixe de reconhecer o papel importantíssimo do mercado externo para a inserção mundial da economia, mas desaparece o retrato simplificador da sociedade brasileira do passado como se ela fosse formada apenas pela grande lavoura de exportação. Em segundo lugar, trata-se de obra que traz uma abordagem metodológica rara: Caldeira introduz a referência a números, aos grandes números, na narrativa histórica e os usa para a comprovação de suas teses. Como se isso não bastasse para dar singularidade e notoriedade ao livro, acrescente-se que suas páginas mostram o fracasso das tentativas de acelerar o crescimento econômico pela vontade política do Estado. Os limites dessas tentativas são vistos, por exemplo, nas referências ao governo Geisel e às experiências mais recentes dos governos petistas. Elas não trouxeram continuidade ao desenvolvimento econômico e social e levaram a impasses que tomam anos, senão décadas, para que o país se refaça em rumos mais realistas que, sem desconhecer a importância das políticas públicas, tampouco desdenhem das forças da sociedade." 

Fazem parte de suas obras Mauá: empresário do império (1995), Nem Céu, nem inferno (2015), Diogo Antônio Feijó (1999), História do Brasil com Empreendedores (2009), 101 brasileiros que fizeram história (2006). 

Aproveite para conhecer mais as ideias de Jorge Caldeira na Temporada 2022 do Fronteiras do Pensamento. Acesse o site e garanta o seu pacote de ingressos. 

Reveja uma live do Fronteiras do Pensamento da qual Jorge Caldeira participou!



Compartilhe