Voltar para Notícias

Yuval Noah Harari responde à Pergunta Braskem

As ideias que movem o mundo em um único lugar. Cadastre-se e receba mensalmente o melhor do Fronteiras

Cadastrado com sucesso

O escritor e historiador israelense Yuval Noah Harari é considerado um dos maiores pensadores da era covid-19, incluído na Lista Prospect dos 50. Ao longo de dez anos, após o lançamento de sua obra-prima “Sapiens - Uma breve história da humanidade”, acumulou outros best-sellers em que é possível acompanhar uma análise profunda da humanidade.

Ao longo da noite, os assinantes puderam acompanhar uma conversa de Harari com o Ronaldo Lemos, Professor da Faculdade de Direito da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e da Universidade de Columbia em Nova York, especialista em tecnologia, proteção de dados, propriedade intelectual, mídia e políticas públicas.

A partir da Pergunta Braskem, compartilhou sua visão de que vivemos em uma sociedade menos violenta hoje. O questionamento veio acompanhado de uma comparação com as ideias de outro conferencista da Temporada, o biólogo canadense Steven Pinker.


Nesta entrevista, o israelense compartilhou sua visão sobre como a sociedade global vem lidando com a pandemia do coronavírus. Das suas análises, fazem parte as lições que aprendemos vivendo a covid-19, as falhas que estamos tendo enquanto sociedade e a constatação de que precisamos investir mais em saúde primária para todos. Entre as lições, está a necessidade de maior cooperação global: “já faz quase dois anos que estamos em crise e ainda não temos um plano de ação global”, afirmou. 

A tecnologia e como nossa relação com ela está conduzindo nossa história enquanto humanidade faz parte desta conversa. Assim como a preponderância dela para definir um novo momento histórico, definindo, inclusive, uma nova relação com as fake news, fenômeno que não é novo. A novidade, segundo Harari, é a integração delas com a tecnologia e a invasão que acontece à nossa privacidade. 

Harari também reflete sobre as mudanças climáticas, as quais aponta, juntamente com a ascensão da inteligência artificial (IA), como uma das “ameaças reais à humanidade”.  “Se já não conseguimos cooperar globalmente nem para lidar com a covid-19, quais são as chances de que cooperaremos globalmente para lidar com mudanças climáticas ou IA?”, questiona o historiador. 

Yuval Noah Harari é um dos oito conferencistas do Fronteiras do Pensamento - Era da Reconexão da Temporada 2021. Se você não é assinante, ainda dá tempo para ter acesso a conteúdos exclusivos em nossa plataforma digital.